NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

[7]

7 motivos para ler e guardar o manual do proprietário do carro

Por Julio Benck 


Embora seja sempre recomendada sua leitura, a grande verdade é que nem todos os motoristas já tiveram um contato com o manual do proprietário do proprietário do carro, que fosse além do índice. Trata-se de um erro, pois é no manual que são encontradas informações de fundamental utilidade na operação do veículo.

Para quem ainda duvida da importância da leitura do manual, temos 7 bons motivos para que sua leitura seja colocada em dia ou para que ao menos o manual seja bem guardado para consulta. Como exemplo, usaremos o manual do Golf GTI 2014.

1. Saber como o carro funciona

Ligar o carro é algo aparentemente muito simples e sem maiores complicações, certo? Pois saiba que, se não forem observados certos cuidados, existe a possibilidade de as variações na corrente causarem danos ao veículo.

Esse e outros cuidados antes mesmo da partida estão na página 157 do manual do Golf, e, assim como este modelo, para outros veículos as instruções no manual vêm com recomendações antes mesmo de colocar o carro para rodar.

Ou seja, para quem pensa que sabe tudo sobre o funcionamento do carro, uma lida no manual do proprietário pode surpreender.

2. Marcação das revisões periódicas

É no manual que são conferidas e registradas as revisões periódicas agendadas pelo fabricante. Normalmente elas são feitas a cada 10 mil quilômetros ou anualmente, e a comprovação delas no manual é importante para que eventuais reparos cobertos pela garantia sejam cobertos sem custos.

3. Orientações em relação à troca de componentes originais

Enquanto o carro estiver na garantia, a maioria dos componentes originais não pode ser trocada, caso contrário, o veículo perde a garantia de fábrica. Para ter certeza do que pode e do que não pode ser incluído ou modificado, só consultando o manual do proprietário.

4. Ajuda na hora da revenda


Estar de posse do manual do proprietário e em bom estado de conservação é sinal quase inequívoco de que o veículo é bem cuidado. Não menos importante, o comprador também poderá ter a certeza de que as revisões periódicas foram feitas em dia, o que é um ótimo argumento para valorizar o carro.

5. Saber as marcas e especificações de peças e produtos para troca

Principalmente para motoristas iniciantes, saber as especificações e marcas recomendadas de pneus, óleo do motor, óleo de caixa e outros componentes e fluidos pode causar confusão. Para não arriscar, o certo mesmo é consultar o manual, pois é nele que estão todas as indicações a respeito de marcas para troca de peças, fluidos e demais componentes do carro.

Na hora da troca dos pneus, por exemplo, saber ler com exatidão todas as indicações impressas na lateral pode parecer um desafio de lógica, mas com a ajuda do manual, você saberá exatamente o que significam os números e letras ali escritos.
 
6. Conhecer todas as indicações internas e externas


Até mesmo motoristas experientes às vezes se confundem com o significado de certos símbolos que aparecem no painel e computador de bordo. Além das indicações internas, externamente o carro pode ter partes cuja função passe batida e que podem ser úteis.

Na página 8 do manual do Golf GTI, por exemplo, está indicado o local na traseira onde encaixar o reboque, nem sempre facilmente identificável, principalmente se estiver à noite em local pouco iluminado.
7. Saber como operar aquela função exclusiva do carro

O nosso Golf GTI, por exemplo, conta com Assistente de Direção para Estacionamento, conhecido como Park Assist. Se você nunca teve um veículo com este recurso, é bem provável que, sem a orientação do manual do proprietário se enrole na hora de acionar o assistente de estacionamento.

A propósito, as instruções de operação do Park Assist do Golf GTI estão na página 209 do manual.
7 motivos para ler e guardar o manual do proprietário do carro 7 motivos para ler e guardar o manual do proprietário do carro Reviewed by Via Certa Natal Trânsito on julho 13, 2017 Rating: 5

Sora Templates