NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

[7]

5 gambiarras que você nunca deve fazer no seu carro

Por Julio Benck


O termo gambiarra, originalmente, é utilizado para se referir a instalações elétricas clandestinas, ou extensões para aparelhos eletroeletrônicos diversos. Mas no geral, a gambiarra é um recurso bastante empregado para todo tipo de reparo.

Em carros não é diferente. Como o brasileiro adora um improviso, e como se sabe nem sempre há tempo ou dinheiro para um conserto, é comum apelar para soluções imediatas para problemas que deveriam ser abordados por especialistas.

Pensando nisso, fizemos uma lista rápida com gambiarras que você jamais deve fazer no seu carro. Uma economia hoje, afinal, pode representar um prejuízo muito maior amanhã.

Usar parafuso no lugar de fusível

Sim, é bizarro e poucos tentaram, mas há quem já tenha tentado resolver problemas de curto circuito inserindo um parafuso no lugar de um fusível.

Fusíveis são peças cuja função é impedir a corrente elétrica de componentes que estejam em curto, tais como luzes, buzina ou setas.

Num primeiro momento, é possível até que um parafuso dê conta de solucionar uma falha, mas em pouco tempo você estará correndo sério risco de causar um incêndio em seu carro.

Trata-se de uma gambiarra perigosa e nada recomendável, já que um jogo de fusíveis pode custar menos de R$ 10,00, sendo facilmente encontrado em lojas especializadas.

Completar radiador com água da torneira

A água que vai no radiador precisa ser completada com líquido de arrefecimento específico. Quando usa-se água de torneira vai junto também o cloro misturado para tratamento, o que pode danificar a peça seriamente.

Não se esqueça de que o radiador é um componente fundamental para manter a temperatura do carro em níveis normais, portanto, seu mau funcionamento pode gerar graves transtornos.

É nele que se faz a troca de calor que faz com que as altas temperaturas geradas pelo funcionamento do motor se reduzam, por isso, comprometer seu bom funcionamento pode fazer com que problemas mecânicos seríssimos sejam causados, inclusive um motor fundido.,

Reparar radiador com solda

Outro problema com origem no uso de água de torneira no radiador é o surgimento de trincas e furos. Nesses casos, há quem apele para uma gambiarra conhecida, que é a solda para fechar os buracos no radiador causados justamente pela falta de manutenção adequada.

O ideal, sempre, é manter o radiador abastecido com a mistura correta de água e líquido de arrefecimento, o que evita o surgimento de danos em sua estrutura em forma de serpentina.

Fazer risco em pneu careca

Talvez esta seja uma das gambiarras mais perigosas que alguns borracheiros desonestos fazem para vender pneus como se fossem meia vida.

Quem compra um pneu careca com sulcos feitos artificialmente “na faca” corre sério risco de ter problemas de aderência e estabilidade, além de colocar em perigo a própria segurança e a das pessoas no interior do veículo.

Pneus, só se forem originais, e caso sejam remanufaturados, que tenham garantia de origem e comprados em lojas especializadas.

Consertar a roda na base do martelo

Quando se tenta fazer um roda voltar ao seu formato original na marra, utilizando um martelo, são grandes as chances de que aquela roda volte a empenar e até ficar pior do que estava antes.

Isso acontece porque, como todo metal, as rodas têm um ponto de resistência que, quando ultrapassado, compromete a integridade do material e suas propriedades contra impactos.

Portanto o ideal, caso a roda de seu carro amasse, é comprar uma nova. As rodas de liga leve são boa opção, por serem ao mesmo tempo leves e resistentes, além de serem mais bonitas.

De qualquer forma, elas também não devem ser consertadas, sendo preferível a compra de uma nova roda.
5 gambiarras que você nunca deve fazer no seu carro 5 gambiarras que você nunca deve fazer no seu carro Reviewed by Via Certa Natal Trânsito on maio 26, 2017 Rating: 5

Sora Templates