NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

[7]

Como renegociar dívida de carro

Por Poliana Oliveira


Renegociar dívida de carro com a instituição financeira pode ser a solução quando o orçamento não permite mais continuar pagando as parcelas de um financiamento. A renegociação tem sido bastante procurada, pois com todas as facilidades de financiamento, as vezes os consumidores se veem tentados a comprar mais do que aquilo que o bolso pode pagar. Acontece que quando o valor mensal é superior do que aquilo que realmente poderia despender, só resta renegociar. 

Algumas formas de renegociação com os bancos são geralmente aceitas pelas financeiras, primeiro porque elas têm interesse em receber; e também porque através do reescalonamento, por exemplo, conseguem até lucrar com isso, a medida que aumentam os juros da dívida. 
CINCO FORMAS DE RENEGOCIAR DÍVIDA DE CARRO FINANCIADO:

1º Transferência de gravame de um mesmo contrato: o consumidor quer renegociar dívida de carro porque não consegue pagar o valor atual das parcelas e troca o veículo por outro mais barato - o que irá reduzir no valor mensal das prestações.

2º Reescalonamento das parcelas: o carro vai ser refinanciado. O banco ou financeira vai adequar o montante mensal à situação do cliente, aumentando o número de parcelas e diminuindo o valor pago por mês. Atenção: o reescalonamento pode ser um vilão devido a depreciação do bem, que só no primeiro ano é de aproximadamente 10%.

3º Portabilidade Financeira: é possível renegociar a dívida de financiamento do carro fazendo uma mudança para outro banco. Este procedimento é autorizado pelo Banco Central e é uma boa chance para o consumidor pesquisar melhores opções e tentar negociar as taxas de juros com outra instituição.

4º Vender o carro com dívida para outra pessoa: esta seria a opção ideal porque não depende das imposições dos bancos e financeiras. Com o dinheiro arrecadado com a venda do carro, o consumidor quita a dívida e o problema estará solucionado, caso o valor de venda do veículo cubra o valor em dívida.

5º Transferir o financiamento para outra pessoa: diferente da opção anterior, neste caso o banco vai intervir no processo de venda do carro. A instituição financeira vai fazer uma análise de crédito de quem pretende comprar o carro e só depois é dada autorização para finalizar o negócio. Neste processo, o valor referente às prestações que já foram pagas fica para o antigo proprietário, assim como a responsabilidade pelos custos que o banco cobra para realizar este procedimento.
TENHA EM CONSIDERAÇÃO
Pesquisar as condições que outros bancos e financeiras estão dispostos a oferecer;
O valor das prestações: o ideal é que não comprometa mais do que 15% do salário;
É importante ter um cópia do contrato de financiamento e ter conhecimento daquilo que concordou ao assinar;
Para renegociar a dívida de carro não é preciso esperar que as parcelas estejam atrasadas;
Se pretende se livrar da dívida, o melhor é a venda do veículo ou a troca por um de menor valor;
Se preferir ficar com o carro é importante que analise o custo final do refinanciamento ou transferência de banco.

O ideal é pedir para renegociar a dívida do financiamento antes de começar a atrasar as parcelas, para evitar juros maiores e o consequente aumento da dívida. É mais vantajoso procurar o auxílio do banco enquanto tem todas as parcelas pagas em dia, e tentar solucionar a questão antes de ficar inadimplente. 

As possibilidades de renegociar dívida de carro podem variar de acordo com a instituição. No geral, é preciso entrar em contato com a financiadora e propor a renegociação. Para isso, em alguns casos, será necessário comprovar a dificuldade em arcar com o pagamento das parcelas.
Como renegociar dívida de carro Como renegociar dívida de carro Reviewed by Via Certa Natal Trânsito on abril 06, 2017 Rating: 5

Sora Templates