Cautela nas estradas deve fazer parte do feriado prolongado da Proclamação da República

Ultrapassagem mal realizada e velocidade excessiva estão entre as infrações que mais contribuem para colisões frontais. A possibilidade deste gênero de acidente acontecer é ainda mais frequente em feriados prolongados, quando o fluxo de veículos é maior, assim como o desejo de chegar ao destino final em um curto período de tempo.

A Proclamação da República, comemorada na próxima terça-feira (15), deve levar milhares de motoristas às estradas de todo o país, o que exige que motoristas repensem suas posturas e evitem comportamentos que comprometam a segurança de todos os usuários. 

Em 2013, foram registrados mais de 2 mil acidentes com 101 mortes em rodovias federais neste feriado. Excesso de velocidade, ultrapassagens proibidas e embriaguez ao volante foram algumas das infrações fiscalizadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), operação que envolveu 119.198 veículos abordados. 

Conforme o diretor da Perkons, Luiz Gustavo Campos, o aumento da velocidade agrava acidentes em uma proporção que surpreende a maioria das pessoas. “A 32km/h a distância de frenagem é de 12 metros, já a 112km/h a distância aumenta para 96 metros, ou seja, um quarteirão inteiro”, relaciona. Por conta disso, a direção defensiva deve compor a bagagem das famílias que irão viajar na data. “Evitar horários de pico e verificar as condições do veículo antes de sair de casa também são orientações a se seguir”, finaliza.
Google +