Após pedido de Robinson, malha ferroviária de Natal será ampliada

O governador Robinson Faria teve seu pedido atendido pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo, na manhã desta sexta-feira (18), durante visita a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) para o recebimento da quarta composição do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT). O chefe do executivo solicitou ao representante do governo federal a extensão da malha ferroviária da região metropolitana de Natal. O novo trecho sairá do município de Extremoz até o Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante. 

“O que o povo quer é trabalhar. Essa é uma mudança que fortalece o Turismo, a ZPE (Zona de Processamento de Exportação) que vamos licitar em breve, já que o transporte estaria passando ao lado aeroporto, assim como o desenvolvimento do distrito industrial já existente no local”, enumerou Robinson as vantagens do crescimento da malha. 

O ministro garantiu que ajudará no projeto executivo - que custará R$ 6 milhões - para a nova extensão. “Vamos assumir a responsabilidade de viabilizar o projeto e futuramente a bancada de deputados federais deverá garantir o orçamento para o funcionamento”, explicou Bruno Araújo. 

O governador lembrou que a região metropolitana de Natal tem a melhor malha ferroviária da CBTU no Nordeste e atualmente transporta 12 mil pessoas diariamente com pretensão de chegar a 60 mil. “A menor tarifa do Brasil foi oferecida ao nosso povo”, apontou Robinson. Atualmente a passagem do transporte ferroviário custa R$0,50. 

O diretor presidente da CBTU, José Marques, agradeceu ao ministro pela disposição em ajudar nos projetos locais e reforçou a importância da manutenção do transporte ferroviário. “A passagem custa R$0,50, mas o valor real dela é R$ 9. A tarifa é subsidiada para atende a população de menor poder aquisitivo”, salientou. Ele explicou ainda que quanto maior a quantidade de passageiros menor fica o valor da passagem. “Natal tem hoje 56 quilômetros de linha férrea com grande probabilidade de crescimento”, reforçou.
Google +