Os carros que mais apresentam problemas, segundo os mecânicos




A melhor maneira de saber quais os carros que mais dão problemas é conversando com um mecânico. Com esse intuito, o Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios de São Paulo (Sindirepa-SP), que representa mais de 14 mil empresas do setor de reparação e manutenção de veículos, realizou uma pesquisa sobre a opinião dos mecânicos.

O diretor do Sindirepa-SP, Pedro Luiz Scopino, listou os carros com mais fama entre os mecânicos, por visitarem as oficinas com mais frequência. Outro detalhe é que além de apresentar mais problemas, são modelos com escassez de informação técnica para o conserto, o que aumenta ainda mais os custos de manutenção.

Peugeot 207

Além de ser um carro com muita tecnologia e pouquíssima informação no mercado, é muito difícil encontrar peças o que torna mais cara a manutenção. Muitos que tiveram o 206 ou 207 jamais comprariam novamente, devido a experiências que tiveram com a marca.

Por ser um carro europeu, não foi feito para as ruas esburacadas, desniveladas e com lombadas do Brasil. Os problemas mais comuns no 207 é na suspensão.

Renault Clio

O Renault Clio é outro exemplo, dificuldade em encontrar peças e de igual maneira que a Citroën não trabalha na divulgação de informações para as concessionárias, o que encarece muito mais a manutenção. O motor é frágil e a bobina sempre apresenta problemas.

JAC J3

Os veículos da JAC Motors são constantes visitantes dos mecânicos, sempre estão com algum problema. Dificuldade em encontrar peças; também é comum apresentar problemas na injeção eletrônica. A suspensão é frágil para ruas como no Brasil. O motor apresenta falhas constantemente e os pneus sempre desgastam um mais que o outro.

Ford Fiesta

Um dos problemas mais comuns no Fiesta é no sistema de arrefecimento, que tem a função de controlar a temperatura do motor. Outro problema que se percebe em todos os modelos Ford é a dificuldade em encontrar peças, levando mais tempo para consertar.
Google +