Conheça o primeiro ônibus nacional movido a biometano/GNV



Depois de fazer sucesso com um ônibus sueco que usa biometano e Gás Natural Veicular (GNV) para se locomover, a Scania acaba de apresentar um modelo similar fabricado no Brasil. O veículo já está em fase de testes, e começou a rodar no dia 8 de setembro na cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo.

No total, a linha de ônibus com motor GNV/biometano da marca conta com três modelos. O que está sendo testado é o K 280 6×2, que tem 15 metros e consegue transportar até 130 pessoas. Um pouco menor, o K 280 4×2 é compatível com carrocerias de 12,5 a 13,20 metros de comprimento e acomoda 100 passageiros. Com capacidade para transportar 160 ocupantes, o K 320 2×2/2 é articulado e mede 18 metros de comprimento.

O K 280 4×2 e o K 280 6×2 são equipados com um motor de 280 cavalos. Já o K 320 2×2/2 conta com um propulsor que atinge até 320 cavalos de potência. Os seis cilindros de combustível são instalados no teto ou abaixo do assoalho. Eles tem capacidade de 200 litros cada e autonomia total para rodar 300 km.

A linha é mais ecológica e promete ser uma boa opção para melhorar a mobilidade urbana e a qualidade de vida das cidades no futuro. “Esse ônibus chama a atenção pela redução de custos operacionais por quilômetro rodado, bem como da poluição sonora e de emissões. Em comparação com um veículo similar a diesel, aliás, ele emite 85% menos gases poluentes se abastecido com biometano, e 70% menos se estiver com GNV”, explica Silvio Munhoz, diretor de Vendas de Ônibus da Scania no Brasil.

Economia garantida

No ano passado, o modelo fabricado na Suécia foi testado no Brasil. Ele acompanhou um ônibus similar movido a diesel por 5 mil quilômetros durante 12 semanas em duas linhas do Sistema SPTrans. Segundo os dados coletados pela Netz Engenharia, o consumo do veículo movido a GNV e biometano foi 28% menor.
Google +