Checkauto encontra restrições em 18% dos carros usados no mês de agosto

Por Talita Morais

A Checkauto, empresa especializada em histórico online de veículos seminovos e usados com algum tipo de restrição, acaba de divulgar seu relatório mensal de restrições e riscos evitados ao cliente. Segundo dados do mês de agosto, 18% das consultas realizadas na plataforma on-line trouxeram algum tipo de informação que afetam o valor do modelo consultado.

De acordo com o levantamento, foi evitado prejuízo de mais de R$ 399 milhões para os consumidores que contrataram os serviços da empresa. Para se ter uma ideia, a cada R$ 1 investido na consulta, o retorno é de R$ 63,09 em riscos evitados para o cliente.

Principais restrições

Chamado de Recall (25%) – O recall está relacionado à falhas que comprometem a segurança veicular, podendo causar acidentes ou danos graves quando não são atendidos.

Histórico de leilão (13%) – Essa é uma informação que pode impactar a negociação do valor de venda do veículo. Ao ter total transparência sobre o histórico do carro, o comprador tem mais clareza para dar uma oferta justa, e não se lesar posteriormente. No caso do automóvel que já foi a leilão, a informação é o poder de barganha do comprador.

IBem penhorado (9,8%) – Neste caso, o risco aqui é óbvio: o comprador paga e acaba ficando sem o carro já que não consegue nem fazer a transferência do bem para seu nome.

Restrição de roubo e furto (6%) – Caso o novo proprietário desconheça a informação de roubo e furto do veículo, além de ter seu nome envolvido em um processo criminal – tendo que vir a provar que não é responsável pela ocorrência –, ele não conseguirá transferir o bem para o seu nome.

Carro baixado (6%) – Na prática, isso significa que o carro sofreu uma séria batida, com danos irreparáveis ao chassi e, por conta disso, sofrerá “baixa” no cadastro do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Este tipo de carro não pode circular, muito menos ser vendido.
Google +