Uso de celular ao dirigir será uma infração gravíssima a partir de novembro



Por Mariana Czerwonka.



Dirigir com segurança exige atenção, o tempo todo. “Qualquer distração ao volante pode provocar um acidente, e os motivos para desviar a atenção são muitos, mas atualmente o campeão é o celular”, explica Celso Mariano, especialista em trânsito e diretor do Portal.

Segundo estudos, dirigir e falar ao celular pode aumentar em quatro vezes o risco de acidente. Entretanto, muito pior é dirigir e digitar no celular, nesse caso, o risco de acidente aumenta 23 vezes.

Quem faz uma simples chamada fica quase seis vezes mais exposto a se envolver em acidente, aponta um estudo do Departamento de Transportes dos Estados Unidos. O motivo é que se o condutor desviar a atenção e o olhar apenas para ver quem está chamando, ele perde em média 4 segundos de atenção, o que a 60km/h pode significar percorrer aproximadamente 65 metros sem ficar atento ao trânsito.

E o risco de acidente devido ao uso do celular não está restrito ao ato de dirigir. Muitos pedestres causam acidentes ou morrem atropelados enquanto digitavam ou falavam ao aparelho.
Penalidade

Atualmente essa infração é considerada de gravidade média, mas isso vai mudar. A partir de novembro, usar o celular ao volante passará a ser considerada infração gravíssima. Com os valores atualizados, a multa será de R$ 293,47.

“Não são só os olhos que são desviados do trânsito, o pensamento, o foco, a atenção e a concentração são desviadas junto, quando o condutor responde uma mensagem, navega na internet, faz ou recebe uma ligação”, finaliza Celso Alves Mariano.
Google +