Teoria sugere que o uso do farol baixo durante o dia pode ser prejudicial à visão

Por Mariana Czerwonka.

O uso do farol baixo durante o dia vem causando muita polêmica, mas agora a questão envolve a saúde dos usuários do trânsito. Segundo Eduardo Roberto da Silva, que é técnico de telecomunicações, especialista em eletrônica, telecomunicações, elétrica e informática, essa lei pode causar sequelas irreversíveis à visão dos cidadãos. “Esse problema, de altíssima gravidade, destruirá os olhos de todos nós e isso já está plena evolução”, avalia Eduardo.

Segundo a teoria de Eduardo, ao tentarmos olhar para o Sol ou para o farol de um carro, ou para qualquer lâmpada, à noite, não conseguimos. Reagimos instintivamente a Luz Radiante (a própria natureza nos deu essa proteção), desviando o olhar. “Enxergamos tanto o Sol quanto os faróis, na escuridão da noite, como verdadeiras bolas de fogo”, argumenta.

Para ele, de dia é onde reside o problema. Como o nosso instinto de desviar os olhos dos faróis está corrompido pela claridade do dia, podemos fixar o olhar neles de forma fatal. “Os raios de luz incidem nos nossos olhos e, recebendo dia após dia esses raios, de uma quantidade incontável de faróis, oeles vão sendo literalmente queimados. À noite, a cegueira irreversível, se mantivéssemos os lhos nos faróis ocorreria em pouco tempo. Á luz do dia o resultado final é o mesmo – a cegueira irreversível -, com a diferença que ela vai ocorrendo lentamente”, explica.

O próprio autor defende que não são necessários estudos e pesquisas sobre o assunto, porque, para ele, a realidade se manifesta não diante dos nossos olhos, mas nos próprios olhos, destruindo-os.
Outro lado

O Portal do Trânsito entrou em contato com algumas entidades médicas e questionou se a afirmação pode ser verdadeira.

De acordo com a Dra. Keila Monteiro de Carvalho, secretária geral do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, não há qualquer respaldo científico na afirmação de Eduardo. “A luz de um farol durante o dia não trará consequência nenhuma para a visão dos condutores. Fixar a visão no sol, por exemplo, pode trazer sequelas, mas imagine se o farol de um carro vai chegar perto da luz do sol. Não faz sentido”, finaliza a médica.
Obrigatoriedade

A Lei 13.290/16 estabeleceu a obrigatoriedade da luz baixa dos faróis nas rodovias tanto durante o dia quanto à noite. Especialistas são unânimes em dizer que o uso do farol baixo durante o dia aumenta a segurança nas estradas. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o uso de faróis durante o dia permite que o veículo seja visualizado a uma distância de três quilômetros por quem trafega no sentido contrário da rodovia.
Google +