Riscos e amassados: como dar um jeitinho nesses problemas




No trânsito do dia a dia, todo veículo está sujeito a ganhar arranhões e amassados, mesmo que as motoristas dirijam bonito. Uma rua sendo recapeada ou uma chuva de granizo são suficientes para danificar a pintura e lataria do carro, mas o que fazer nessas situações? Independente do tamanho do estrago, contar com a ajuda de um profissional pode evitar um prejuízo ainda maior.


Como tirar riscos

De acordo com o mecânico Donizete Oliveira, a melhor alternativa para remover riscos da lateria é recorrer a uma oficina. Após analisar a profundidade do dano, um profissional toma as medidas necessárias. Se o risco for superficial, atingindo apenas a pintura, o polimento provavelmente resolve o problema, mas se for mais profundo, é preciso lixar, aplicar massa, polir e pintar a peça novamente.

Muitas pessoas tentam fazer esse procedimento em casa com a ajuda de água, lixa fininha e cera de polimento, contudo, esse não é o recomendado. "Isso deve ser feito por um profissional que entende do assunto. Fazer em casa pode causar um estrago ainda maior", afirma. Além disso, é preciso pintar a peça inteira, e não apenas o local afetado, para garantir que o acabamento fique 100%.

Se você estiver sem tempo de correr a uma oficina e quiser dar um jeitinho rápido, vale apostar em um produto que as mulheres conhecem bem: o esmalte. Passar uma camada de esmalte sobre a área afetada ajuda a disfarçar o estrago, além de proteger o carro contra a ferrugem. "O risco profundo tira a proteção da tinta, do primer e do verniz, chegando à lataria. A água pode entrar nesse espaço e começar a enferrujar o carro", explica Donizete. Vale ressaltar que esse é um truque de emergência que não dispensa a visita a uma funilaria.

Como tirar amassados

Desamassar o carro em casa é ainda mais complicado, segundo o mecânico. "Qualquer medida pode amassar ainda mais. Se a batida for pequena, é melhor procurar o martelinho de ouro", afirma. Martelinho de ouro é uma técnica para desamassar a lataria quando não há lesão na pintura. Com paciência e ferramentas especiais, o profissional vai empurrando a parte de trás da lataria até que ela volte ao estado original. Quando a batida danifica a pintura, é preciso recorrer ao serviço de funilaria, que além de consertar a parte amassada, aplica uma nova camada de tinta sobre aquela peça do veículo, deixando-o com cara de nova.
Google +