Maserati chama Ghibli e Quattroporte para recall



A Maserati está chamando os proprietários de 40 unidades vendidas no Brasil dos Ghibli e Quattroporte fabricados entre fevereiro de 2013 e setembro de 2015, que compreendem modelos 2014 a 2016, para um novo recall. O problema está na montagem do cubo das rodas traseiras, que pode afrouxar e em casos extremos, soltar a roda.

O recall afeta unidades dos dois carros no mundo todo, que podem se envolver em acidentes caso as rodas traseiras fiquem soltas. A Maserati está entrando em contato com todos os proprietários para agendar a verificação e troca dos componentes afetados gratuitamente.

Esse é o terceiro recall envolvendo os dois modelos apenas em 2016. Antes, os Quattroporte foram convocados para resolver um problema na fiação entre alternador e motor de arranque, e para corrigir a fixação do tapete do assoalho do motorista, que poderia se soltar e prender junto ao acelerador.

Um quarto recall da marca já está em andamento no exterior e envolve o seletor do câmbio automático, que pode confundir os usuários e não estar na posição Park quando deveria. Desta forma, motorista e passageiros poderiam sair do carro sem que ele esteja imobilizado, levando a possíveis acidentes. O problema é o mesmo ocorrido em vários modelos de Chrysler e Dodge, que usavam sistema semelhante no câmbio. A marca irá reconfigurar o sistema eletrônico para que avise de forma mais eficiente ao motorista que o Park não está engrenado caso alguma porta do carro seja aberta. Esta chamada, no entanto, ainda não foi feita no Brasil.


Google +