Dicas para fazer a baliza




Fazer uma baliza não é fácil para ninguém. Ainda mais em vias muito movimentadas, quando você precisa mostrar habilidade e agilidade para não parar o trânsito. Existem alguns macetes que podem ajudá-la a estacionar bonito nessa hora. Siga as orientações do consultor de trânsito Marcelo Galvão e supere as suas dificuldades!

A regra fundamental é não se esquecer da seta, tanto para sinalizar para os outros motoristas que você está entrando na vaga quanto para mostrar que está saindo dela. Feito isso, o consultor dá uma dica simples e muito útil para a baliza: "Se ao chegar com o seu veículo você vê que há espaço para ele nesta vaga, pare o carro em paralelo com o veículo que está na frente da vaga". Este é o primeiro passo. "Tente alinhar o seu veículo com este que está ao seu lado, assim, toda vez que entrar em uma vaga, não haverá a possibilidade de tocar neste veículo", explica.

Para quem sempre se confunde com as voltas do volante, existe um macete bem fácil. "Num carro com direção hidráulica, faz-se uma volta e meia no volante e, no sem direção hidráulica, duas voltas", explica o consultor.

Outra coisa que você precisa ter em mente é que a baliza é uma manobra que requer tempo. Não adianta se afobar ou desesperar porque existem outros carros na rua. "Estacionar requer pouca velocidade e agilidade na direção, pois assim o condutor faz a verificação do espaço físico e a verificação nos retrovisores", finaliza Marcelo.
Google +