Atenção: queimadas nas estradas podem causar acidentes



Por Mariana Czerwonka.


A ocorrência de fumaça na pista não é uma situação climática, mas provoca falta de visibilidade semelhante à causada pela neblina, com algumas diferenças importantes. “A fumaça geralmente ocorre de maneira bem localizada. O problema é que não se sabe o que encontraremos dentro dela e nem qual é a sua extensão”, explica Celso Mariano, especialista em trânsito.
Dicas

Ao se deparar com essa condição adversa é preciso tomar alguns cuidados. O primeiro deles é evitar, sempre que possível, trafegar sob fumaça densa. Além de acidentes, a fumaça pode provocar irritação nos olhos do condutor e problemas de respiração, como tosse ou sufocação, principalmente nos motociclistas, que estão sempre mais expostos.

Quando for inevitável trafegar nessas condições, deve-se diminuir a velocidade antes de entrar na nuvem de fumaça e no caso de automóveis, fechar todos os vidros. “É importante também que a luz baixa esteja ligada”, alerta Mariano.

Outra dica é não parar, se estiver dentro da cortina de fumaça, é melhor sair do outro lado. “Nunca devemos frear bruscamente, pois os veículos de trás também estão com pouca visibilidade”, finaliza o especialista.
Google +