Caern promove leilão online para venda de veículos e móveis usados


A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está realizando um Leilão on-line durante este mês de julho com encerramento previsto para sexta-feira (29), a partir das 9h, de forma presencial, no auditório do Hotel Maine na av. Senador Salgado Filho 1.791, bairro Lagoa Nova, em frente ao Portugal Center. Os 68 lotes contêm móveis usados como cadeiras, birôs, estantes, computadores, aparelhos de ar condicionado, veículos de passeio, camionetes, caminhões e motos usados de várias marcas. Os interessados podem acessar o site www.lancecertoleiloes.com.br para identificar os produtos com as especificações e registrar o lance.

O gerente de Administração Patrimonial, João Carvalho de Oliveira, explicou que os interessados em adquirir algo no leilão devem dispor de 20% do valor do produto arrematado na data do leilão presencial para ser depositado em conta corrente específica. Os 80% restantes serão pagos 72 horas após o arremate, no ato da entrega do lote. Para o gerente, o evento é uma excelente oportunidade para aquisição de lotes com preços reduzidos. Ele citou o exemplo de um caminhão Agrale 2008 com lance inicial no valor de R$ 12 mil.

LOTES

O lote 01 é composto por diversas estruturas de cadeiras, birôs e estantes de madeira, tendo como lance inicial o valor de R$ 200,00. O lote 02 é composto por aparelhos de ar condicionado, cofres, armários e equipamentos diversos, cujo lance inicial é R$ 500,00. O lote 03 é formado por diversos produtos de informática como monitores, CPUs e impressoras, com lance inicial de R$ 100,00. Os lotes 04 até 24 e o 53, são formados por motocicletas usadas e algumas sucatas. Já os lotes do 25 ao 67, exceto os 28, 53, 54, 57 e 68, são formados por caminhões, camionetes e outros veículos de passeio. 

Desde 2013 a companhia tem realizado leilões com sucesso e a cada ano vem aumentando o número de interessados em adquirir os lotes. Segundo João Carvalho, a empresa vai realizar outro leilão nos próximos meses, somente com veículos seminovos, quando espera uma demanda ainda maior.
Google +